Christiane Jatahy

E se elas fossem para Moscou?

E se Moscovo pudesse ser o que quiséssemos imaginar? Se fosse um passo rumo à mudança? Se fosse um salto no abismo que nos leva ao novo? Se fosse, de alguma forma, nascer outra vez? A partir de As três irmãs de Anton Tchekhov, a encenadora e cineasta brasileira Christiane Jatahy transporta estas questões para o teatro, para o cinema e para as cidades, desdobrando-as em múltiplos pontos de vista, criando interseções entre realidade e ficção, teatro e cinema, passado e presente. As três protagonistas encontram-se mergulhadas numa profunda insatisfação que abre a porta a uma possível mudança. Será a emigração a solução?

E se elas fossem para Moscou? é um espetáculo desdobrado em duas sessões simultâneas. Uma é apresentada num contexto teatral. Outra tem lugar numa outra sala, onde se exibe a versão filmada e editada, em direto, do espetáculo. O público é convidado a assistir às duas versões no mesmo dia, com um intervalo entre elas.

Com este espetáculo, Christiane Jahaty recebeu, no Brasil, o Prémio Shell 2015 para a melhor encenadora e Stella Rabello foi galardoada com o prémio da melhor atriz.

As três irmãs é uma das peças mais emblemáticas de Tchekhov. Para além de E se elas fossem para Moscou?, o Alkantara Festival propõe uma outra adaptação de um texto do autor russo, a “anti-peça” O Cerejal, na versão da companhia belga tg STAN.

FICHA TÉCNICA

A partir do texto As Três Irmãs, de Anton Tchekhov
Elenco Isabel Teixeira, Julia Bernat e Stella Rabello
Adaptação, guião e edição ao vivo Christiane Jatahy
Direção de fotografia e câmara ao vivo Paulo Camacho
Conceção cenário Christiane Jatahy e Marcelo Lipiani
Direção de arte e cenário Marcelo Lipiani
Figurinos Antonio Medeiros e Tatiana Rodrigues Direção Musical Domenico Lancelotti
Iluminação Paulo Camacho e Alessandro Boschini
Projeto de som Denilson Campos
Diretor de palco Thiago Katona
Coordenação técnica vídeo, pintura de arte, cenário e músico Felipe Norkus
Operador de som (teatro) Benhur Machado
Operador de Mixagem ao vivo (cinema) Francisco Slade
Operador de luz Leandro Barreto
Consultoria de vídeo Julio Parente
Assistente de direção e interlocução artística Fernanda Bond
Elenco de apoio (filme) Paulo Camacho, Felipe Norkus e Thiago Katona
Colaboração no guião Isabel Teixeira, Julia Bernat, Stella Rabello e Paulo Camacho
Direção de produção e tour manager Henrique Mariano
Coprodução Le CENTQUATRE-PARIS, Zürcher Theater Spektakel e SESC
Cia Vertice de Teatro é patrocinada pela Petrobras

Um projeto da Cia Vértice de Teatro

© foto Aline Macedo

ESTREIA NACIONAL / ABERTURA

São Luiz Teatro Municipal

Sala Principal

QUA 25, QUI 26 e SEX 27 MAIO

19h e 22h

duração 90min + pausa + 90min

M14

15€

Em português, legendado em inglês


Outros eventos